ÚLTIMAS POSTAGENS

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Nova provocação humanitária em Gaza

Vem por ai uma nova "ajuda humanitária" através de flotilhas que tentarão quebrar (claro que em vão) a barreira de vistoria que Israel realiza aos portos de Gaza.

Gostaria de lembra-los do acontecimento passando onde uma gigantesca palhaçada teatral, que custou duas vidas humanas, foi armada pela IHH para deixar Israel em desconsertado perante a opinião pública(da) mundial.
A flotilha "humanitária" que traziam vários ativistas armados com facas, paus, barras de ferro, entre outras coisas atacou os jovens soldados israelenses antes mesmo que estes pusessem os pés nas embarcações, como podem ver no vídeo abaixo:


A Imprensa não mostrou estas imagens.


A mídia influente armou todo o restante da mídia mundial com um discurso ant-israel afirmando que os soldados israelenses promoveram um massacre. Massacre teria acontecido se os soldados israelenses não fizessem uso da legítima defesa contra os terroristas disfarçados de ativistas humanitário.
Ficando provado o engodo toda a impressa fez um enorme silencio sobre o assunto.Tudo sumiu dos jornais e TVs.

Eis que agora os ativistas novamente irão tentar furar a barreira de revista.
Vale lembrar também que o que Israel pretende é fazer um revista nos navios e conduzi-los ao porto de Ashdod, onde toda a ajuda humanitária (séria, diga-se de passagem) são destinadas.
Em Ashdod Israel conduz, sem ônus aos doadores, toda a ajuda para Gaza, arcando com toda a logística.
Portanto, se existe uma maneira pacífica (que deve ser o princípio de um pensamento humanitário) de entregar qualquer tipo de ajuda humanitária a Gaza e ainda por cima de forma mais barata, Já que a intenção a ajudar, porque gastar mais para criar conflito com a Marinha Israelense?
Só há uma resposta. O principal, e talvez o único, propósito não é ajudar Gaza, mas sim desafiar Israel,  fazer-se de vítima e prestar serviços ao Hamas (Não é atoa que esquerdistas do mundo inteiro adoram entidades humanitárias como o Hamas e o hezbollah).
É incrível que na Líbia e na Círia não existam grupos ativistas com repórteres ao vivo entregando ajuda humanitária.

Enquanto isso Gaza esta precisando de ajuda tanto quanto qualquer outro país (lembrando que gaza não é um país) que tenha pobres, isso inclui o Brasil, China, Cuba e etc. Mas Cuba , até hoje, é vendida como a ilha da fantasia. Veja abaixo a situação de Gaza:
http://www.ynetnews.com/articles/0,7340,L-4088354,00.html


É incrível como esta este mundo. A mentira ideológica impera.

2 comentários:

  1. Isto não é um texto informativo. É pura propaganda sionista, inimaginável para qualquer um que se diga fiel católico.

    Quanto a Gaza, não é um país - é um território palestino que não se torna um país por intransigencia israelense. Vão informar-se um pouco mais sobre a história do conflito antes de opinarem.

    O tal boom econômico de Gaza se deve à mobilização da comunidade internacional e dos árabes em prol daquela região APESAR dos bloqueios que Israel faz.

    Sou católico, conservador, anti-esquerdista e, principalmente, contra a venda da Igreja de Cristo para os interesses do sionismo (uma ideologia de esquerda e revolucionária) e do judaísmo internacional.

    Vale lembrar que na Palestina - berço do cristianismo - vivem muitos árabes cristãos e católicos. Os senhores obviamente não sabem disso.
    Os donos deste site são uma vergonha para os católicos.

    A mentira ideológica impera mesmo - e os senhores estão entre os promotores dela.

    ResponderExcluir
  2. Amigo, a agressão pessoal contra as pessoas que fazem parte deste blog não é argumento válido a um debate. Este é um primeiro ponto.
    Segundo, o que você é ou deixa de ser de forma algum muda a realidade do mundo e menos ainda a opinião alheia. A única coisa que pode fazer isso são fatos e argumentos.
    Sua participação aqui não trouxe argumento, tão somente nos ofendeu sem ter dado a menor base à discussão, como se todo católico para ser realmente católico tivesse, antes de estar em acordo com a Sé romana precisasse está em acordo com você.

    Se você é fiel católico, conservador ou o que quer que se autointitule não é da minha conta. O cerne da questão nesta postagem é o vídeo, então atenha-se a refutá-lo, não ao Blog. Se não pode refutar o vídeo fique quieto.

    As mentiras ideológicas que você afirma, mostre-as.
    Mostre que mentiras encontrou neste vídeo.

    Depois que você demonstrar as mentiras do vídeo tentamos uma conversa ou debate de adultos.

    ResponderExcluir

Apostolado Shemá
Seja nosso parceiro. Cole o código em seu blog.

VISITE TAMBÉM