ÚLTIMAS POSTAGENS

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Quem está preparado para as eleições?

Ontem tive uma grande oportunidade para fazer uma pequena palestra com crismandos e catecúmenos sobre eleições.
A palestra não tinha o intuito de escolher ou influenciar a escolha de nenhum dos participantes, mas somente mostrar aos católicos a realidade da Igreja frente ao socialismo. Foi uma palestra bem interessante, onde resumimos bem os aspectos históricos do socialismo e a mentalidade dos seus precursores. Além do mais fizemos, as avessas do método marxista, a análise histórica do marxismo, onde constatamos que ele nunca deu certo, em parte alguma do mundo.
No entanto, não foi isso que mais me marcou e surpreendeu. A verdade é que boa parte dos participantes não tinha uma nítida óptica sobre o socialismo e muito menos sobre os partidos socialistas que , hoje, nos governam ou o pretendem, mas boa parte deles eram contrários aos princípios socialistas.
O pouco conhecimento sobre o socialismo é preocupante, pois é através de informações assim que podemos escolher os candidatos de acordo com o que esperamos dele. E um católico espera que no mínimo tenha o direito de zelar por seus princípios morais.
Esta desinformação, que acaba levando pessoas contrárias ao socialismo a votar em socialista, não rara entre nós católicos, não é difícil de se rastrear. Além das proteções da mídia que ,em conjunto com essas ideologias, tentam expulsar das práticas populares a moral cristã, temos também uma parcela considerável da igreja contribuindo para esta propagação.
Alguns questionamentos surgiram nesta palestra, e sempre surgem quando este é o foco do assunto. 

Tais como: E a Igreja? onde ela se coloca quando colabora com a ideologia socialista?
Fiquei pasmo em saber que em cursos da diocese de Nova Iguaçu ainda se utiliza Leonardo Boff como referência teológica, fico espantado ao ver que candidatos que se dizem católicos estampam com orgulho as frases de apoio proferidas por frei Betto, não menos aterrorizado fico ao ver outros candidatos, que se mostram como parte da juventude católica carregam gloriosamente , em suas camisas, o emblema de Chê Guevara.
Como pode existir esta ambiguidade, que não é velada, mais parece não ser visível as Bispos diocesanos?
Seriam esses bispos, realmente, os últimos a saber?

Por conta desta influência negativa, obviamente, a CNBB (posso afirmar isso sem medo de ser injusto) foi responsável por propagar a ideologia socialista dentro da mentalidade católica nacional e , consequentemente, responsável por eleger os partidos e políticos que hoje atraiçoam a Igreja, pois não precisa mais dela. É por isso que não temos uma ideia mais próxima do real sobre o que é o socialismo.


Não foi difícil perceber isso quando Plínio de Arruda - PSOL, em tom um tanto quanto "diga agora que não me conhecem", apontou aos Bispos , no debate da Canção Nova - TV Aparecida, e afirmou que boa parte dos Bispos, lá presente, o conhecia muito bem e deu a entender que conheciam também seus ideais (socialistas).


Frente a isso, como pode o fiel católico estar preparado para as próximas eleições?


Com esta pergunta outra surpresa me ocorreu.


Contrariando as pesquisas, boa parte dos católicos que tenho acesso não pretendem votar em Dilma. Isso me surpreende muito, frente a toda essa abertura e divulgação que alguns  (Não poucos) da CNBB dão ao socialismo. Isso me mostrou uma situação melhor do que imaginava, mais ainda, muito distoante das maravilhosas pesquisas de opinião. Diga-se de passagem, pesquisas que por mais de uma vez foram pegas em erros grosseiros ou fraudes reais, Mais continuam os mesmos institutos?


Em meio a tudo isso, não se sabe ao certo, mas Kajuru, no programa do Raul Gil mostrou que a situação pode não ser aquela que indicam as pesquisas, mas sim aquela que pude sentir com meus contatos.

 Veja o Vídeo:
http://www.youtube.com/watch?v=sHK-7JyNHEM&feature=player_embedded

Quem está preparado para as eleições? 
Aquele que não se importar com pesquisas e campanhas milionárias e mantêm seus princípios morais como norte de escolha.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

O PODER DE VOTO DOS CATÓLICOS.

Com a chegada de mais um pleito eleitoral, o Brasil passa por mais uma fase do seu processo democrático, que esse ano parece ser menos penoso, eu disse parece, por que na verdade não é, e nós temos uma boa parcela de culpa nisso, se abriu mais um concurso que pretende eleger pessoas que so estao comprometidas com ele mesmo. Essa semana assisti ao debate da TV Canção Nova, o que vi foi uma candidata que se declara católica, mas que, não foi ao debate alegando que estava com compromissos de agenda, mas que depois de um certo tempo foi flagrada no Twitter falando sobre o video da banda patu fu, lamentável a falta de respeito que essa senhora tem pelos Bispos e Católicos, será que ela realmente merece um voto cristão? Você votaria numa candidata que se declara católica e que é a favor da retirada de símbolos religiosos de locais públicos? Que é a favor da união de homossexuais e adoção de crianças por casais gays? Que é a favor da aborto? Uma candidata que matou muita gente na ditadura? Que sequestrou embaixadores? Que é ligada a narcotraficantes colombianos? Uma mulher sem História nenhuma de administração publica? Uma chefe da casa civil, que apesar de todo status que sua posição retém, mas, nunca tomou nenhuma decisão sozinha sem a ajuda do presidente, essa é a candidata do PT, que o Exmo Sr Presidente da República enfia goela abaixo do povo brasileiro como a salvadora da pátria e a mulher que fez o tudo a partir do nada. É verdade que não temos muita escolha, do outro lado estão comunistas e socialistas, além de Serra e Marina que não tem muito a acrescentar, é verdade também que existe uma ala da Igreja que esta feliz com essa candidata do PT, as chamadas comunidades de base da qual o partido é filho, esses sim que preferem ficar contra o Papa para ser a favor desses aloprados que hoje detém o poder. A mídia pouco faz para realmente mostrar quem são os candidatos e a grande maioria do povo prefere ainda trocar seu voto. É nítido a campanha política que a TV Bandeirantes está fazendo para a candidata do planalto, chega a ser ridícula as entrevistas com estudiosos que admitem que a eleição já está ganha e que a candidata do PT será eleita em primeiro turno, não deixam o povo escolher, eles escolhem e elegem seus pupilos e nós católicos eleitores o que fazemos ? entramos no barco da ilusão ou remaremos contra a maré rumo ao porto seguro de nossa santa religião? Seguiremos os Bispos autênticos que cumprem seu juramento de defender a fé ou seremos enganados pelos Casaldáligas da vida? Estamos com o Papa ou com as cebs? Vamos dar 04 anos de poder a uma candidata que promove as maiores barbáries contra os cristãos?

Deu no blog de Jorge Ferraz que publico na integra

Apelo a Todos os Brasileiros e Brasileiras

Nós, participantes do 2º Encontro das Comissões Diocesanas em Defesa da Vida (CDDVs), organizado pela Comissão em Defesa da Vida do Regional Sul 1 da CNBB e realizado em S. André no dia 03 de julho de 2010,

considerando que, em abril de 2005, no IIº Relatório do Brasil sobre o Tratado de Direitos Civis e Políticos, apresentado ao Comitê de Direitos Humanos da ONU (nº 45) o atual governo comprometeu-se a legalizar o aborto,


considerando que, em agosto de 2005, o atual governo entregou ao Comitê da ONU para a Eliminação de todas as Formas de Descriminalização contra a Mulher (CEDAW) documento no qual reconhece o aborto como Direito Humano da Mulher,


considerando que, em setembro de 2005, através da Secretaria Especial de Polítíca das Mulheres, o atual governo apresentou ao Congresso um substitutivo do PL 1135/91, como resultado do trabalho da Comissão Tripartite, no qual é proposta a descriminalização do aborto até o nono mês de gravidez e por qualquer motivo, pois com a eliminação de todos os artigos do Código Penal, que o criminalizam, o aborto, em todos os casos, deixaria de ser crime,

considerando que, em setembro de 2006, no plano de governo do 2º mandato do atual Presidente, ele reafirma, embora com linguagem velada, o compromisso de legalizar o aborto,

considerando que, em setembro de 2007, no seu IIIº Congreso, o PT assumiu a descriminalização do aborto e o atendimento de todos os casos no serviço público como programa de partido, sendo o primeiro partido no Brasil a assumir este programa,
considerando que, em setembro de 2009, o PT puniu os dois deputados Luiz Bassuma e Henrique Afonso por serem contrários à legalização do aborto,

considerando como, com todas estas decisões a favor do aborto, o PT e o atual governo tornaram-se ativos colaboradores do Imperialismo Demográfico que está sendo imposto em nível mundial por Fundações Internacionais, as quais, sob o falacioso pretexto da defesa dos direitos reprodutivos e sexuais da mulher, e usando o falso rótulo de “aborto – problema de saúde pública”, estão implantando o controle demográfico mundial como moderna estratégia do capitalismo internacional,

considerando que, em fevereiro de 2010, o IVº Congresso Nacional do PT manifestou apoio incondicional ao 3º Plano Nacional de Direitos Humanos (PNDH3), decreto nª 7.037/09 de 21 de dezembro de 2009, assinado pelo atual Presidente e pela ministra da Casa Civil, no qual se reafirmou a descriminalização do aborto, dando assim continuidade e levando às últimas consequências esta política antinatalista de controle populacional, desumana, antisocial e contrária ao verdadeiro progresso do nosso País,

considerando que este mesmo Congresso aclamou a própria ministra da Casa Civil como candidata oficial do Partido dos Trabalhadores para a Presidência da República,

considerando enfim que, em junho de 2010, para impedir a investigação das origens do financiamento por parte de organizações internacionais para a legalização e a promoção do aborto no Brasil, o PT e as lideranças partidárias da base aliada boicotaram a criação da CPI do aborto que investigaria o assunto,

RECOMENDAMOS encarecidamente a todos os cidadãos e cidadãs brasileiros e brasileiras
, em consonância com o art. 5º da Constituição Federal, que defende a inviolabilidade da vida humana e, conforme o Pacto de S. José da Costa Rica, desde a concepção, independentemente de sua convicções ideológicas ou religiosas, que, nas próximas eleições, deem seu voto somente a candidatos ou candidatas e partidos contrários à descriminalizacão do aborto.

Convidamos, outrossim, a todos para lerem o documento “Votar Bem” aprovado pela 73ª Assembléia dos Bispos do Regional Sul 1 da CNBB, reunidos em Aparecida no dia 29 de junho de 2010 e verificarem as provas do que acima foi exposto no texto “A Contextualização da Defesa da Vida no Brasil” [http://www.cnbbsul1.org.br/arquivos/defesavidabrasil.pdf], elaborado pelas Comissões em Defesa da Vida das Dioceses de Guarulhos e Taubaté, ligadas à Comissão em Defesa da Vida do Regional Sul 1 da CNBB, ambos disponíveis no site desse mesmo Regional.

COMISSÃO em DEFESA da VIDA
do REGIONAL SUL 1 da CNBB

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Marketing de comportamento (Pondé, 10 de maio)

Uma frase típica de jantares inteligentes é: "Hoje temos outra cabeça!". Eu digo que não. Não temos "outra cabeça". Somos mais tagarelas sobre nossas mentiras. A mentira virou ciência: virou marketing.


Acho, sim, que muitos profissionais das ciências humanas afirmam que existe essa "outra cabeça" (no sentido de sermos mais bem resolvidos) simplesmente para justificar seu lugar de gurus de uma vida melhor. Pretendem seduzir as pessoas dizendo para elas palavras bonitas.


Principalmente as mulheres. Enganam-se porque as mais interessantes entre elas detestam bajulação. A praga da "autoajuda" não é privilégio de magos decadentes, bruxas loiras e gurus desdentados. Essa praga assola tudo, fazendo da vida inteligente um marketing da autoimagem.


Progredimos, sim, em remédios, repelentes de mosquitos e cirurgias (tecnologias médicas), aviões, computadores e celulares (tecnologias de transporte e comunicação). Mesmo a democracia eu julgo sobrevalorizada em muitos casos devido à inequívoca vocação para a retórica e para a tirania da opinião pública.


Mas a má-fé se esconde no fato de que todos esses avanços técnicos implicam o tipo de vida (degradada, instrumental, apressada) que temos. Como diz o filósofo francês André Comte-Sponville, o "progresso" em escala global é uma ameaça à vida.


Sem dúvida que algumas coisas "mudam". Hoje, por exemplo, muitas mulheres podem ser "mais" do que secretárias, elas podem ser médicas, engenheiras, cientistas. E negros podem ser presidentes. Mas nada disso (de antibióticos a médicas negras) implica em "outra cabeça": continuamos invejosos, manipuladores, inseguros, traiçoeiros e podemos destruir muita gente dando uma de "defensores dos mais fracos". Os "ganhos sociais" só se instalam quando se acomodam e passam a servir às velhas mazelas humanas.


Uma leitora, irritada, pergunta: "Você não acredita que existam mulheres sozinhas e bem resolvidas? Você deve é ter problemas com as mulheres". Dou duas respostas.


Primeira: não acredito em pessoas bem resolvidas, acho que todo mundo que se diz bem resolvido é um mentiroso contumaz, mulher ou homem. No fundo, o que existe hoje é um marketing de comportamento que se apoia no consumo crescente de antidepressivos e hábitos macabros como conversar com gatos, cachorros, plantas ou extraterrestres.

Só eremitas conseguem viver bem sozinhos. Amar a solidão sempre implica alguma forma de trauma ou desencanto com a vida.


Segunda: sim, tenho problema com as mulheres, quem não tem? Só os mentirosos. Vou contar uma história. No maravilhoso livro "Contraponto", de Aldous Huxley, existem duas personagens femininas, entre outras, Marjorie e Lucy. A primeira é aquele tipo clássico da mulher que se faz vítima do homem, grávida e traída. A segunda é o outro tipo clássico de mulher (e oposto à Marjorie), o ideal de toda mulher moderna: a devoradora de homens, que transa com quem quer.


Lucy, em sua vivência de mulher livre, descobre um tesouro de sabedoria: só os gays não têm problemas com as mulheres porque são indiferentes a elas. Ser bem resolvido com as mulheres é ser gay. Para o gay, a mulher é obsoleta. Exigir dos homens "afetos corretos" para com as mulheres é querer que todos sejam gays. O mesmo vale para as mulheres: toda mulher tem problema com os homens. Quando se trata da relação entre homens e mulheres, estamos num pântano de medo, insegurança, baixa autoestima e jogos de manipulação. O inferno do desejo.

Conhece?


E por que existe tanta gente que faz uso desse marketing de comportamento dizendo por aí que "hoje temos outra cabeça"? De novo, dou duas respostas.


Primeira: eu me vendo como bem resolvido para fazer os outros se sentirem mal e com isso elevo minha autoestima. Nunca subestime a delícia que é fazer o outro se sentir mal mesmo que você não esteja se sentindo tão bem assim.


Segunda: como derivação da primeira, eu me vendo como bem resolvido para elevar meu preço no mercado dos afetos e das relações.


As duas se resumem no velho pecado da vaidade. Esse é apenas um dos sete pecados capitais (caso a cara leitora queira saber mais, leia são Tomás de Aquino). Melhor do que todo o papo de luta de classes, ideologia, política dos corpos, sexismo e blá-blá-blás associados, experimente usar os sete pecados capitais para ver se eles não iluminam a chacina cotidiana em que você vive.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

A espiritualidade mesquinha deforma a face do crente, iluminando seus caninos ocultos

LUIZ FELIPE PONDÉ (Folha de SP – 16.08.2010)

CARO LEITOR, sou um pobre de espírito. Não daquele tipo que herdará o reino dos céus, como afirma Jesus no “Sermão da Montanha”. Não há lugar pra gente como eu no reino dos céus. Por uma razão simples: não amo ninguém mais do que a mim mesmo. E isso é mortal. Sempre foi. Os mentirosos é que tentam dizer o contrário. Não partilho da nova “ciência do egoísmo”, essa que se traduz em livros e revistas que buscam “novas formas de espiritualidade” centrada no amor próprio. Ou nessa coisa horrorosa chamada “autoestima”.

Tampouco fiz de mim um budista light, desse tipo que parasita as religiões orientais com a intenção de inventar uma espiritualidade que sirva ao clássico egoísmo moderno, numa salada mista de energias hindus com Jung barato. Antes de tudo, recuso o budismo light por um mero senso do ridículo que habita essas formas mesquinhas de espiritualidade.

Com isso quero dizer que não trocaria o reino dos céus por alguma forma quântica de paraíso egoísta, ao sabor da espiritualidade de livrarias de aeroporto do tipo “O Efeito Sombra”, cujo subtítulo é “Encontre o Poder Escondido na sua Verdade”, dos “guias espirituais” Deepak Chopra, Debbie Ford e Marianne Williamson, perfeito para almas superficiais amantes de toda forma de espiritualidade mesquinha.

O que é uma espiritualidade mesquinha? Fácil responder essa. Espiritualidade mesquinha é, antes de tudo, uma forma de crença que deforma a face do crente, iluminando seus caninos ocultos. Aquela que sempre medita com o objetivo de nos tornar mais poderosos e bem-sucedidos. Essa praga espiritual está em toda parte porque, simplesmente, não conseguimos entender que, para salvarmos nossa vida, temos que perdê-la. Jesus tinha razão.

O principal obstáculo para se libertar do mal é o “eu”. Essa peste que contamina todo ato humano. Como vampiros de Deus, queremos fazer até da “sombra” (do mal em nós) um serviçal de nosso sucesso.

Sou um pobre de espírito. Passo horas temendo o abandono, o desprezo e a indiferença. Comparando meus pequenos sucessos com os mais infelizes do que eu. Ainda bem que eles existem. Rezo para que o mundo me ame. Em meus pesadelos sempre sou o último dos amados do mundo. Quando encontro alguém melhor do que eu, perco o sono, quero destruí-lo. Sua respiração me sufoca. Sua generosidade me humilha. Seu sorriso é uma prova de que fracassei em amar o mundo.

Que o leitor apressado não pense que estou numa crise de autoestima. Que o leitor crente nessas formas de espiritualidade mesquinha não aplique psicologia barata ao que digo, tentando justificar tudo que lê com alguma hipótese acerca do cotidiano de quem escreve. Você não me conhece. Mas seguramente conhece a miséria que vos falo: quem ama alguém mais do que a si mesmo?

Não vale jogar na cara dos outros amores maternos e paternos ou filiais. Na era do “direito à felicidade do indivíduo”, até a ciência já está provando (vide o diagnóstico apresentado pelo caderno Equilíbrio desta Folha no último dia 3/8) que ter filhos é um mau negócio.

Pais e mães são mais estressados do que adultos sem filhos. E é a mesma ciência que agora “descobre” a miséria dos pais, que a cria, em grande parte, com suas demandas “cientificas” de aperfeiçoamento da função parental. Ninguém mais sabe ser pai e mãe sem a palavra de uma especialista. Como sempre digo, a mania de criar um “homem” melhor vai nos destruir a todos.

Como idiota digital que sou, busco rapidamente na internet alguma nova teoria científica ou política que prove que ninguém é melhor do que ninguém. Que nos reúna num ato de mediocridade comum. Alguma nova técnica de treinamento em recursos humanos que devolva a mim minha falsa glória. Meu objetivo é fazer inveja a Deus.

Entendo Caim em seu ódio por Abel. Ao contrário das bobagens que afirma Saramago em seu livro “Caim” -críticas típicas de quem nada entende acerca da tradição bíblica porque permaneceu infantil espiritualmente-, Caim não suportou o fato de que Abel era melhor do que ele e por isso o matou. Existe algum Abel aí ao seu lado?

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

01 Ano depois...



No próximo dia 16 de Agosto comemoramos, em Olinda e Recife, um ano de posse de Dom Antonio Fernando Saburido a frente do Governo da Igreja em Pernambuco. No ultimo domingo 01/08 Dom Fernando concedeu entrevista ao Jornal do Comercio, falando dos desafios de estar à frente de uma das maiores Dioceses do Brasil. Vale ressaltar também que nem tudo são flores nesse primeiro ano de gestão. Dom Fernando veio com uma visão que, na minha opinião, é um pouco distorcida da realidade de Olinda e Recife. Não sei, se essa visão foi se moldando ao longo do período em que trabalhou como Bispo auxiliar (2000-2005), ou foi repassada pelos seus amigos de presbitério e episcopado (uma vez que se tornou pública, durante o período de escolha do novo arcebispo, uma preferência da CNBB NE 2 por dom Fernando. Comenta-se que alguns membros da CNBB chegaram a ir ao Vaticano defender o nome de Dom Fernando à Olinda e Recife.), Dom Fernando aplicou em alguns uma espécie de injeção de entusiasmo. Para alguns é como se ele fosse o próprio Cristo, mas não vi, nesse 1º ano de seu pastoreio em Olinda e Recife, motivos de tanto entusiasmo.

Nossa Arquidiocese regrediu uns 15 anos em apenas 1, quem leu o livro do professor Elcias(A VITORIA DA FÉ), sabia o que era o ITER e o SERENE que o Arcebispo resolveu ressuscitar dentro da Universidade Católica. Dom José sofreu muito para fechar tais estabelecimentos de ensino por saber que ali não era um ambiente adequado a formação de seminaristas. Dom José gastou muito com a formação de padres no exterior para serem referenciais, exercendo o sacerdócio ministerial com excelência, sacerdotes esses como o Pe. Nildo, Pe. Moisés, Pe. Cicero, Pe. Fabiano entre outros, porém o novo Arcebispo fechou o seminário maior e menor e matriculou os seminaristas na UNICAP, o Arcebispo também foi responsável pela volta de sacerdotes que estavam suspensos de ordens dentro de nosso território arquidiocesano; Dom Fernando declarou no JC, que agradecia a Dom José por não se intrometer na Arquidiocese e que o abacaxi agora é dele, a tendenciosa matéria publicada pelo JC mais uma vez quer mostrar uma espécie de despreparo do predecessor de Dom Fernando, que todo católico sabe muito bem que a verdade é justamente o oposto. Nosso metropolita é sempre visto em reuniões com políticos do PT, sempre foi ligado aos movimentos eclesiais de base que a CNBB insiste em empurrar goela abaixo do católico brasileiro, retomou a Comissão de Justiça e Paz ( que só serve ao MST), além de chamar para coordenar uma das comissões o Pseudo padre Reginaldo Veloso, que não pediu dispensa de ordem a Roma e casou-se, um verdadeiro herege, Hoje intitulado presbítero das cebs.


Dom Fernando causou polêmica no inicio do ano ao revelar a um jornal que, em caso de estupro, ele seria a favor do aborto. Declaração essa que foi desmentida pelo próprio Arcebispo em nota divulgada a toda imprensa, não se sabe ao certo, mas no ultimo mês de julho o Pe. Nildo da Imbiribeira declarou que não mais celebraria a santa Missa no rito gregoriano. Os jovens que participam da celebração se moveram rapidamente e conseguiram reverter a decisão do Pe. Nildo com a ajuda do próprio arcebispo. Alguns afirmaram que tal motivação do Pe. Nildo seria fruto de uma perseguição que ele sofre dentro da Igreja de Olinda e Recife, os vigários gerais de Olinda e Recife também são estranhos, falta alguma coisa, não se sabe o que, e se sabem não se revelam, a verdade é que, na minha opinião, estamos vivendo um episcopado de fantasia, faz de contas que estamos feliz com o Arcebispo pelas coisas que ele tem feito, mas a realidade é que são poucos os felizes com as atitudes do metropolita. Pode-se dizer que ninguém agrada a todos, nem Jesus agradou, mas tudo parece muito fantasioso, essa alegria toda não é fruto do Espírito Santo, mais parece ser algo ensaiado.


Bem, eu rezo para que mais uma vez esteja eu errado.

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Arnaldo Jabor sobre o PNDH-3

Este homem é, sem dúvidas, desprezível. Mas ainda mostra sinais de lucidez:


Veja:


.


Para quem acha que quem é contra esse maldito plano são sempre os tolinhos da história, fica aí um aviso.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Aparentemente mais que partidário.... camarada.

Esta semana eu estive vasculhando na Internet e pude encontrar algo inusitado.

Um professor aposentado da Unicamp havia feito uma carta de apelo ao ministério público para que este tomasse providências legais contra uma lista de sites que supostamente, segundo a visão do tal professor, propagavam mensagens de ódio.

Até ai não existe nada errado. Na verdade seria até uma atitude honrada se não fosse, a tal lista, bem tendenciosa.

O professor chama-se Carlos Alberto Lugarzo, que tem especialidade em filosofia com ênfase em lógica.
Muito
bom saber sobre a lógica do professor em questão, pois veremos que em sua carta, que chama a atenção para supostos crimes de ódio de sites e blogs, não á prova alguma nas acusações de crime e isso é o mínimo que a lógica exige para formalizar uma acusação. Apenas existe a clara motivação por ideologia política.

Sem mais delongas, irei colocar abaixo a lista dos sites e a página com o texto:

http://www.oquintopoder.com.br/

http://www.ternuma.com.br/

http://www.averdadesufocada.com/

http://www.midiasemmascara.org/

http://lilicarabinabr.blogspot.com/

http://coturnonoturno.blogspot.com/

http://www.fortalweb.com.br/grupoguararapes/

http://www.alertatotal.net/

http://www.defesanet.com.br/

http://levante-se.com/wp/

http://www.olavodecarvalho.org/index.html

http://brasilacimadetudo.lpchat.com/






Página da carta:
http://www.blogger.com/post-edit.g?blogID=1055979526288872689&postID=5271458022337594313

O que será que os sites acima têm em comum e quais os crimes cometidos por eles? Fácil. Ter tendências de direita.

Não consultei todos os sites, mais alguns são bem conhecidos e, claramente, sites que combatem os ideais comunista-marxista. Será isso crime contra humanidade?

Em seu programa, Trueoutspeak, no BlogTalkRadio, Olavo de Carvalho denuncia o professor Carlos Alberto Lugarzo e exige provas de sua acusação, não só para com seu site (olavosdecarvalho.org), mas também com os outros listados.

Por contacto telefônico, Olavo informa, que Carlos Alberto Lugarzo reconheceu que não tinha conhecimento do conteúdo de olavodecarvalho.org e que este haveria ido parar na lista por engano.
Cá pra nós. Será mesmo?

Se esta for à verdade, veremos em breve uma retratação do senhor Carlos Alberto Lugarzo, quem sabe os outros sites e blogs também exijam o mesmo tratamento. Vamos aguardar.

No entanto, isso é tão claro como água limpa, o professor Carlos Alberto lugarzo é de esquerda. Seja comunista, marxista, Leninista, socialista ou algo do gênero. O único fato que não se pode negar é que ele seja esquerdista e Militante. Usando a lógica que é o ramo do professor, sabemos que 2+2=4.

Percebemos então uma motivação ideológica na lista e inclusive no caso que defende com unhas e dentes. O Caso Cesare Battisti.

Pesquisando superficialmente alguns textos ligados ao professor, vemos uma petição para a não extradição de Cesare Battisti, acusado de terrorismo pelo governo Italiano. Corri logo para encontrar algum texto do mesmo professor criticando a extradição, de imediato, dos dois pugilista cubanos que fugiram de sua delegação nos jogos Panamericanos de 2007 no Brasil. Seriam dois pesos e duas medidas?

Isso parece ser uma prática comum entre esquerdistas, pois, como lembra bem o Olavo, o professor não cita sites como Vermelho.org e outros sites, blog e jornais esquerdistas que pregam ódio e ainda idolatram regimes totalitários e assassinos como o de Mao tse tung, Fidel Castro, Lênin e Stalin.

No texto em que defende a não extradição de battisti, o professor afirma não ser filiado a nenhum partido, mas isso não o torna isento, pois é partidário comunista sem sombra de dúvidas e está diretamente interessado no caso, ideologicamente falando. E não é só isso.

Vemos também em seu site diversas referências maldosas a Igreja católica, com imagens e desenhos que aludem a inquisição, comparando o caso de Battisti com esta evento histórico e dando a entender que todos os tribunais inquisidores forem injustos e cruéis.
Também, ele , faz acusação de forma pejorativa a Cesar Peluso ministro do STF, de que este seria influenciado pela Opus Dei, portanto sendo injusto no caso de Batisti. Veja:
:


Outras imagens de seu site:





Cézar Peluso (esq. do leitor) e Carlos Alberto Menezes Direito, representantes do fundamentalismo católico no Supremo
Tribunal Federal. Direito ouviu o chamado de Deus e foi sentar-se a sua destra há alguns meses.
Mas Peluso manterá as

tochas do Santo Ofício dignamente acessas em homenagem ao amigo.


(Obs.: Legenda retirada do site)


 















Isso tudo foi conseguido com apenas uma pequena pincelada em seu site, imagine uma pesquisa a fundo.
Quem será que mantém um site de ódio?
Como já dizia Lênin: "acuse-os do que você faz, xingue-os do que você é!"

Apostolado Shemá
Seja nosso parceiro. Cole o código em seu blog.

VISITE TAMBÉM