ÚLTIMAS POSTAGENS

quarta-feira, 24 de junho de 2009

O Papado de Pedro e a Patrística Parte I

Por Rogério Sacro Sancttus

Segundo a tradição da Igreja recebemos muitos testemunhos dos Santos Padres que vem reforçar a Verdade Santa, Católica e Apostólica, derrubando todas as acusações protestantes e provando de vez que Pedro esteve em Roma e foi seu primeiro bispo:

Santo Ireneu 'CONTRA AS HERESIAS': CAP. I.-OS APOSTOLOS NÃO COMEÇARAM A PREGAR O EVANGELHO... 3. "...no dialeto proprio deles, enquanto Pedro e Paulo estavam pregando em Roma, e estabelecendo as base da Igreja."

Santo Ireneu, CAP. III.-- A REFUTAÇÃO DOS HEREGES, PELO FATO DE QUE, NAS DIVERSAS IGREJAS, SE MANTEVE UMA SUCESSÃO PERPETUA DE BISPOS. 2. "...a muito antiga e universalmente conhecida Igreja fundada e organizada em Roma pelos dois apóstolos mais gloriosos, Pedro e Paulo; como também [assinalando] a fé pregava aos homens, a qual chega a nossos tempos por meio das sucessões dos bispos.

Santo Irineu († 202) "Porque é com esta Igreja (de Roma), em razão de sua mais poderosa autoridade de fundação que deve necessariamente concordar toda a Igreja, isto é, que devem corcordar os fiéis procedentes de qualquer parte, ela na quela sempre em beneficio dos que procedem de toda parte, se conservou a tradição que vem dos Apostolos" (Contra as Heresias)

Tertuliano '”A OBJEÇÃO CONTRA OS HEREGES': CAP.XXXII.--NENHUM DOS HEREGES RECLAMAM PARA SI A SUCESSÃO DOS APOSTOLOS. 8. "...como a igreja de Smirna, na qual estabelece que Policarpo foi colocado ali por João; como também a igreja de Roma, a qual apresenta a Clemente como se havesse sido ordenado de maneira similar por Pedro.

Quem ordena os sacerdotes? Os bispos. Clemente foi ordenado pelo bispo de Roma, Pedro.

Lactantius, 'A MANEIRA PELA QUAL OS PERSEGUIDORES MORRERAM: Esta carta está dirigida a Donatus. Não somente mostra que Pedro estava atualmente em Roma, mas que morreu ali nas mãos de Nero.

CAP. II. Seus apóstolos eram nesse tempo em número de onze, os quais agregaram Matias, no lugar de Judas o traidor, e em seguida Paulo. Depois se dispersaram através de toda a terra pregando o Evangelho, como o Senhor e Mestre lhes havia ordenado; durante 25 anos até o início do reino do Imperador Nero, eles se ocuparam em assentar as bases da Igreja em cada provincia e cidade. E enquanto Nero reinava, o Apóstolo Pedro veio a Roma e através do poder de Deus comprometido nele, realizou certos milagres. Muitos voltaram a verdadeira religião, edificou-se um templo fiel e estável ao Senhor. Quando Nero escutou estas coisas, e observou que não somente em Roma, mas em todas as partes, uma grande multidão se rebelava diariamente contra adoração de ídolos e condenando seus antigos caminhos, iam a nova religião, ele um odiado e pernicioso tirano, saltou adiante para arrasar o angélico templo e destruir a verdadeira fé. Ele foi o primeiro a perseguir os servos de Deus; ele crucificou a Pedro e assassinou Paulo: ele não escapou com impunidade, pois Deus viu a aflição de Seu povo e o tirano, despojado de autoridade e

"Lancemos os olhos sobre os excelentes apóstolos: Pedro foi para a glória que lhe era devida; e foi em razão da inveja e da discórdia que Paulo mostrou o preço da paciência: depois de ter ensinado a justiça ao mundo inteiro e ter atingido os confins do Ocidente, deu testemunho perante aqueles que governavam e, desta forma, deixou o mundo e foi para o lugar santo. A esses homens [...] juntou-se grande multidão de eleitos que, em consequência da inveja, padeceram muitos ultrajes e torturas, deixando entre nós magnífico exemplo." (Clemente de Roma, ano 96, Carta aos Coríntios, 5,3-7; 6,1).

"Não é como Pedro e Paulo que eu vos dou ordens1; eles foram apóstolos, eu não sou senão um condenado" (Inácio de Antioquia, ano 107, Carta aos Romanos 4,3).

"Tendo vindo ambos a Corinto, os dois apóstolos Pedro e Paulo nos formaram na doutrina evangélica. A seguir, indo para a Itália, eles vos transmitiram os mesmos ensinamentos e, por fim, sofreram o martírio simultaneamente" (Dionísio de Corinto, ano 170, extrato de uma de suas cartas aos Romanos conforme fragmento conservado na "História Eclesiástica" de Eusébio, II,25,8).

"Nós aqui em Roma temos algo melhor do que o túmulo de São Filipe. Possuímos os troféus dos apóstolos fundadores desta Igreja local. Vai à via Óstia e lá encontrareis o troféu de Paulo; vai ao Vaticano e lá vereis o troféu de Pedro" (Gaio, ano 199)

Eusébio de Cesaréia (†340) "Pedro e paulo indo para Italia, vos transmitiram os mesmos ensinamentos e por fim sofreram o martirio simultaneamente"(Historia Eclesiastica, II 25,8)
precipitado do alto do imperio, de repente desapareceu, e inclusive o lugar do enterro dessa perniciosa besta selvagem não se viu em parte alguma.

Observaçao: A Historia da Igreja, desde cedo, mostra que os sucessores de Pedro em roma fizeram uso da sua jurisdição. Por exemplo na questão da data da festa da Pascoa, no Seculo II, alguns cristaos a Asia Menor não queriam seguir o calendário de Roma; o Papa São Vitor (189-199) ameaçou-os de ex-comunhao (cf. Hist. ecles.Eusebio V24, 9-18).

Ninguem contestou o Bispo de Roma, o Papa, e parecia claro a todos os bispos que nenhum deles podia estar em comunhão com a Igreja Univesal ( ja chamada Catolica) sem estar em comunhao com a Igreja de Roma. Isso mostra bem o primado de Pedro desde o Inicio da cristandade.

São Pedro Crisólogo († 450) "No interesse da paz e da fé não podemos discutir sobre questoes referentes a fé sem o consentimento do Bispo de Roma"

Santo Irineu (+ 202) escreve na sua grande obra "contra as heresias": "Mateus, achando-se entre os hebreus, escreveu o Evangelho na língua deles, enquanto Pedro e Paulo evangelizavam em Roma e aí fundavam a Igreja" (L. 3, c. 1, n. 1, v. 4).

Dionísio (+ 171) escreve ao papa Sotero: "S. Pedro e S. Paulo foram à Itália, onde doutrinaram e sofreram o martírio no mesmo tempo" (Evas. Hist. Eccl. II 25).

0 comentários:

Postar um comentário

Apostolado Shemá
Seja nosso parceiro. Cole o código em seu blog.

VISITE TAMBÉM