ÚLTIMAS POSTAGENS

sexta-feira, 3 de abril de 2009

PARAMENTOS ANTIGOS parte I

Se vc nao conhecia estes paramentos a partir de agora ficará sabendo.Boa Leitura

O FANO PAPAL:








O fano ou fanhão (do latim pannus: tecido, e este de fanon, antiga palavra germânica: pano) é uma veste reservada ao papa, para uso na missa pontifical.
O fano é uma espécie de pequena capa de ombros, tipo uma dupla murça (mozeta) ou camalha de seda branca com listras douradas e filetada de vermelho. Ela consiste de dois círculos de tecido, com uma abertura no centro, para dar passagem à cabeça. Os círculos são presos um ao outro, por esta abertura, ficando as bordas livres. No círculo inferior, que é ligeiramente menor, há uma fenda vertical, para permitir a perfeita passagem da cabeça. Na parte anterior, do círculo superior há uma cruz bordada a ouro. O modo de se colocar o fano é o mesmo usado para se por o amito, na Idade Média, e até hoje por algumas ordens religiosas. Seu uso é o seguinte: depois do diácono ter revestido o papa com a alva, o cíngulo, o subcintório e a cruz peitoral; ele pega o fano pela abertura, passa o círculo inferior pela cabeça do papa, e o ajusta nos ombros, girando a abertura para trás. O círculo superior é mantido sobre a cabeça. A seguir o papa recebe a estola, a dalmática e a casula e o círculo superior é baixado sobre estes paramentos, cobrindo os ombros do pontífice, como um colar. Por cima do fano, é colocado o pálio.
Não há nenhuma informação quanto à forma do fano e do material de que foi feito, em épocas remotas. No fim da idade Média era feito da seda branca, como demonstra o inventário de 1295, do tesouro papal, bem conhecido pelos numerosos trabalhos de arte. A ornamentaçã preferida do fano eram as listras estreitas do ouro e de alguma cor, especialmente vermelho, tecidas na seda. Depois do século XV, o fano passou a ter forma quadrada; a atual forma de colar parece ter surgido no século XVI.


A MANTELETA:
É uma veste clerical que substitui por um tempo o uso da murça (mozzetta). É uma veste exterior alcançando aos joelhos, aberta na frente e dos lados onde é fechada por um botão na altura do pescoço. É destinada para os Cardeais, Bispos e Prelados. Para o cardeal a cor é ordinariamente vermelha, e na quaresma é violeta, e nos domingos Gaudete e Laetare a cor é lavanda.
Atualmente tal veste é mais usada pela classe mais elevada de MONSENHOR (os protonatários apostólicos). Entre eles os que trabalham nos ofícios da ROTA ROMANA e outros que trabalham diretamente com o Papa.
O irmão do Papa Bento XVI ainda usa a manteleta.






O CAMAURO PAPAL:



O Camauro é um chapéu vermelho de veludo, aparado geralmente no arminho, peculiar aos papas. O papa João XXIII foi o último papa para usá-lo com alguma freqüência, e então desapareceu completamente até que o Papa Bento XVI retornou a tradição do seu uso. É usado geralmente com o mozzetta e o roquete,








O FERRAIUOLO “Capa clerical”





O Ferraiuolo é uma capa formal usada pelos padres e bispos em ocasiões especiais, não litúrgicas. Da época do Papa Pio IX até as 1969 revisões de Paulo VI, foi usada pelo clero para as audiências com o papa ou atender a uma função não litúrgica. . O ferraiuolo vem em três cores: preto, roxo, e vermelho. Os cardeais usam o vermelho, os bispos o violáceo e os padres o preto. Apesar de este traje não ser usado pela maioria do clero, ainda se pode comprá-lo em algumas alfaias em Roma.












LUVAS EPISCOPAIS:

São luvas usadas pelos bispos e cardeais. A cor da luva deve corresponder a cor litúrgica do dia. No rito romano tridentino as luvas tem caráter obrigatório.






Cerimônia de BACIAMANO (ou beijar a mão):

baciamano, ou beijar da mão, é um sinal do respeito usado particularmente na Itália e também em todo o mundo católico., É também uma das maneiras tradicionais de cumprimentar o papa e outros prelados da igreja. Se se curva tipicamente (ou às vezes se faz à genuflexão) e beija o anel do prelado. Em alguns lugares é também habitual beijar a mão do padre.






CHAPEU SACERDOTAL (CAPELI)










Este chapéu por alguns séculos teve outros acessórios, como cordas em suas pontas diferenciadas pela posição episcopal. Atualmente nos brasões dos bispos, arcebispos e cardeais existe um desenho de um chapéu. Este chapéu era usados por eles a séculos atrás. Logo foi abolido pela Igreja.

Atualmente esses chapéus são simples diferenciados só pela cor.






Aqui no Brasil um padre que muito usou foi o famoso Padre Cícero Romão Batista.

Em Roma é fácil de se encontrados esses chapeis nas lojas especializadas em alfaias clericais. Como também o barrete (bireta).



RATIONALE

O Rationale é uma veste usava por baixo do palio. Usado apenas pelos arcebispos. Tal paramento não teve aceitação e logo foi abolido. O Papa João Paulo II a usou no seu tempo de Arcebispo.
















No próximo post A TIARA PAPAL, A FÉRULA PAPAL E O PÁLIO

2 comentários:

  1. muito bom saber sobre os detalhes dos paramentos.
    por favor tenho uma dúvida:
    - qual o significado da estola romana com aquele cordão á frente unindo a mesma contendo um tipo de pompom?

    ResponderExcluir
  2. Anônimo,

    Carísimo, acredito que você esteja falando do Palio, certo?

    ResponderExcluir

Apostolado Shemá
Seja nosso parceiro. Cole o código em seu blog.

VISITE TAMBÉM