ÚLTIMAS POSTAGENS

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Primado Petrino

Um dos muitos pontos que diferencia a Santa Igreja Católica das outras demais denomiacões cristãs é a existência de uma hierarquia, cujo chefe é escolhido através da inspiracão do Espírito Santo. A existência de um líder é que garante a unidade da Igreja, já que ele é responsável por zelar pela conduta de todos os demais fiéis, evitando desvios e interpretacões pessoais.
Como primeiro Papa tivemos Pedro, escolhido diretamente por Nosso Senhor Jesus Cristo, na famosa passagem bíblica que diz "Pois também eu te digo que tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão sobre ela" (Mt 16,18), bem como a passagem em que Cristo entrega direta e unicamente a Pedro as chaves do Reino dos Céus. É preciso muita imaginacão para discordar que nessas passagens Jesus escolheu Pedro como pastor de Sua Igreja, mas em todo caso, a Bíblia nos mostra várias outras passagem que ajudam a confirmar isso.

Mudanca do Nome: Em todo o Antigo e Novo Testamento, em apenas três ocasiões Deus mudou diretamente o nome de alguns personagens bíblicos. Os três são: Abrão (que tornou-se Abraão), Jacó (que tornou-se Israel) e Simão (que tornou-se Pedro). Com o mínimo conhecimento da história dos dois primeiros personagens, pode-se ver sua importância como líderes não apenas de uma aldeia, mas sim de todo o povo de Deus! Pedro foi escolhido, portanto, como o primeiro líder do Povo de Deus após a vinda de Cristo.

Evangelhos: Outro ponto que atesta o primado petrino são as narrativas do Evangelho. Caso Pedro não fosse reconhecidamente o líder dos apóstolos, jamais os evngelistas o poriam em destaque em suas narrativas, mostrando-o como o primeiro a tomar a palavra em várias ocasiões, como aquele a andar sobre as água, entre outros. Esse destaque concedido pelos próprios evangelistas mostram sua reverência ao primeiro Papa.
Lideranca: vê-se no Livro dos Atos dos Apóstolos e mesmo em algumas cartas que Pedro é aquele quem é procurado quando de discussões sérias a respeito da doutrina da Igreja nascente. Até mesmo Paulo, escolhido diretamente pelo Senhor, que possuía grande conhecimento das leis judaicas e era um pregador fervoroso da Palavra viajou até onde Pedro estava para resolver problemas doutrinários. Jamais alguém do calibre de Paulo se disporia a uma longa viagem se não fosse para discutir com o líder da Igreja.

Além de todos esses fatos bíblicos, temos também a Tradicão, que nos permite ver toda a linhagem dos Papas, de Bento XVI até Pedro, sem nenhuma interrupcão. Como disse Cristo, as portas do Inferno jamais prevalecerão contra a Igreja!

0 comentários:

Postar um comentário

Apostolado Shemá
Seja nosso parceiro. Cole o código em seu blog.

VISITE TAMBÉM