ÚLTIMAS POSTAGENS

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

A graça que vem através da enfermidade!
Fazei-me justiça, Javé, pois sou íntegro e confio em vós sem fraquejar!
Examine-me, Javé, colocai-me á prova, depura meus rins e meu coração!”Salmo 26(25)1-3

“Eu não tenho dó de quem é enfermo, de quem não pode nem ao menos ir ao banheiro sozinho, eu tenho dó de quem não conhece Jesus, porque este é miserável, este é pobre de tudo, este não tem nada!” PE. Léo SCJ

Havia um rei que era ateu. A maior raiva desse rei era um empregado que ele tinha que era cristão. Diante de tudo que acontecia, o empregado dizia:
- Deus seja louvado, Deus sabe o que faz, Deus é bom e maravilhoso!
Aquilo irritava o rei, mas o empregado era o melhor protetor que existia no reino. Qualquer coisa que acontecia de bom ou de ruim, o empregado falava:
-Glória a Deus, Deus é bom, Deus sabe o que faz!
Um dia eles foram caçar. Estavam lá no meio da selva, quando, de repente, uma fera atacou o rei, e devorou o dedinho do pé. O empregado espantou a fera e disse:
-Louvado seja Deus, aleluia senhor!
O rei ficou furioso, e mandou prender o empregado!
Todos os dias o empregado louvava e agradecia a Deus, e o rei estava tranqüilo, pois estava longe dele, uma semana depois o rei foi caçar novamente.
Estava o rei na selva quando foi capturado por índios canibais. Chegou a dizer:
-Eu sou o rei, não podem fazer mal a mim.
Mesmo com estes argumentos, o colocaram num caldeirão para ser devorado. O rei então começou a rezar, e pouco tempo depois veio um sacerdote que viu que lhe faltava um dedo, e que não servia para o sacrifício, e o rei foi liberto!
O rei foi para casa e viu que seu empregado tinha razão, se tivesse todos os dedos estaria morto naquela hora. Lembrou-se de que o empregado dissera que Deus podia tirar varias coisas boas através de uma coisa ruim.
O rei então foi libertar o empregado: - Queria pedir perdão, pois fui injusto. Quando estava amarrado pronto para morrer, pensei no seu Deus, em como você rezava, e me arrependi! Mereço seu perdão?
-O que é isso majestade? Deus seja louvado, que bom que o senhor está vivo, louvado seja Deus!
-Uma coisa eu não entendo: Deus é injusto.
-Que é isso, seu rei! Deus é bom demais, Deus sabe o que faz!
-Se Deus é tão bom, como explica você ter sido preso injustamente?
-Eu queria muito louvar e agradecer a Deus, e esse tempo de prisão foi bom para mim. Pude ler a palavra, tive tempo para refletir e me arrepender de meus pecados, tive sossego para rezar, e vi o quanto Deus me ama!
-Mas como explica essa injustiça de Deus?
-Eu inclusive agradeço a Deus, pois se não fosse a cadeia eu estaria morto! Eu tenho todos os dedos, se não comeram o senhor, certamente me comeriam!

E assim é a vida. Aquela prisão salvou a vida daquele homem. Não foi da vontade dele, estava preso injustamente em uma prisão. Mas se você coloca sua vida nas mãos de Deus, Ele é poderoso o suficiente, para transformar qualquer tipo de injustiça em fonte de vida e salvação!
Até onde nossa consciência, nossa fé, nossa alma e nosso coração estão totalmente nas mãos de Deus? Hoje como você está? Sadio? Andando? Com um Emprego digno para sustentar a sua família? Dê glória a Deus por isso! Se não estiver com todos estes, certamente com alguns destes e outros mais você tem, então de glória a Deus por isso, ser grato a Deus até na miséria total é a maior prova de entrega, confiança e amor!

“Javé me Deu, Javé me tirou. Bendito seja o nome de Javé!” Jó 1,21b

Teólogos de renome da atualidade definem que Deus, da sustentabilidade, e condições plenas, para o homem, sempre realize seus atos conforme suas decisões, sendo elas boas ou ruins. Isso prova que Deus no seu plano de amor individual para cada um de nós, nos deu a alternativa de trilharmos ou não o caminho que ele tem.

Deus não manda doenças, catástrofes, ou desgraças, tudo isso é culpa do homem, sempre vejo pessoas de diversas denominações dizerem: “Você tem que aceitar, é a vontade de Deus”, então esse não é o meu Deus, se o marido bate na esposa, é vontade de Deus, se o filho é um drogado, é vontade de Deus, se eu passo por dificuldades econômicas, é vontade de Deus. Isso não existe no catolicismo, meu Deus não é este “deus”!

Deus criou o homem como aliado, não como adversário. O ser humano é parceiro de Deus, Deus ama tanto o homem que o criou a sua imagem e semelhança. E por quê o homem sofre? Sofre por causa da humanidade mesmo. Deus Criou o homem para o amor, mas o Inimigo semeia a discórdia, o ódio, e quando o homem acata o ódio ao invés do amor, o que ele pode fazer de bom, ele faz de ruim. Por isso que vemos ai pessoas que muitas vezes que sentem prazer em fazer o mal. Pessoas dizem assim: “Eu não acredito em Deus, porque ele levou minha vó!” Deus não faz tele-transporte para o céu.

A Bíblia narra corretamente no livro de Jó nos 3 primeiros capítulos como Deus age. Os anjos e também Satanás se apresentaram a Javé, e Javé perguntou a Satã, o que ele achava de seu servo Jó, que na terra não havia homem igual a ele, justo, temente a Deus, íntegro... E Satã diz:
-E é a troco de nada que ele é tão obediente assim? Ele tem tudo, tem saúde, filhos, bens, é totalmente abençoado por ti, estende a tua mão e retira-lhe tudo, pois duvido que na miséria total ele o siga!

E javé diz:- Faça-o então! Só não lhe afeta a vida.

Não é Deus quem o faz, mas sim o Diabo, Deus permite somente. Estou falando de mesmo quando estamos no caminho da salvação coisas más acontecem, quantas pessoas sofrem de alguma enfermidade, assaltos, acidentes, golpes de estelionatários, etc. E quantas destas se rebelam contra Deus? Quantas destas acabam por cair na descrença? Quantas destas ao invés de procurar o Cristo para se fortalecer se afastam dele? Hoje pessoas entram em alguma religião “só querendo”, é o que a ideologia neo-pentecostal prega, é a famosa “Teologia da Prosperidade” Deus agora é empresário para os homens que o seguem, ter carro, dinheiro, casa na praia, saúde, é sinal de ser abençoado. Pessoas como essas não superam nunca provações como as que Jó superou. Temos que amar a Deus sempre, na riqueza e na pobreza, na saúde e na doença, na alegria e na tristeza...

Nessa hora Deus está confiando em você, Deus quer que mesmo com provações fortes, você O ame. E é assim, que seguimos a vida, superando provações, Deus permite que sejamos tentados por isso que muitas vezes passamos por situações difíceis, mas Paulo diz que nunca somos tentados acima das nossas forças!

E como Deus fez com Jó, ele o faz conosco. Satanás tirou de Jó tudo o que tinha, primeiro os bens, depois a família, e por ultimo a saúde. Nessa hora Deus diz:
“Ta vendo Satanás, meu servo lá na terra, ele é justo, não se desvia do caminho, não importa o que aconteça ele sempre é fiel!”

É uma espécie de jogo. Deus e Satanás, estes sempre atentos as nossas vidas, a cada minuto esperam algo de nós, vendo a cada obstáculo a nossa reação. No Evangelho de Mateus, 7,24 Jesus diz:“Todo aquele que ouve minhas palavras e as põe em prática, se assemelha ao homem prudente que teve sua casa construída sobre a rocha”. Ser edificado na rocha, Jesus não nos prometeu uma vida fácil aqui na terra, ele nos prometeu vida eterna, os problemas, dificuldades e provações sempre virão, mas todos passarão, e a mensagem que Jesus diz é: “Não perturbe o vosso coração!” O mundo seria outro se ao invés de questionarmos a Deus sobre tudo o que nos acontece, darmos graças, é o que falamos na missa, e nem notamos o que representa a frase da Oração Eucarística II: “Nós vos damos graças ó Pai, sempre e em todo lugar, Senhor Pai Santo, Deus eterno e todo poderoso!” e é isso, não importa o que aconteça temos que dar graças. Pois Deus age para transformar até a maior angústia do nosso coração, em vitória, em alegria, em Salvação!

“Eu quero ao extremo chegar, sofrer sem nunca deixar de amar!” Ao extremo chegar, Dunga.

Deus ouviu o clamor do seu povo para ser liberto da escravidão do Egito, e Javé não quis que o povo passasse pela terra dos Filisteus, que era um povo bárbaro, pois temia que o povo se apreendesse e voltasse ao Egito. Então Javé mandou que Moisés os guiasse por um caminho que era o mais difícil e o mais longo, e na saída do Egito, o povo se deparou com o mar vermelho, o mar na Bíblia tem uma simbologia própria, representa o mal, e o mar vermelho era o maior de todos os mares do Egito, por traz deles vinha o exército egípcio, o povo estava encurralado. Muitas vezes Deus vai colocar diante de você situações em que você sozinho não poderá superar, muitas vezes não poderá ir adiante, mas com Ele você pode, pois Deus é Deus. Deus vai ouvir o seu clamor, só depende de você clamar, e ele agirá, é o que quer dizer o ditado popular: “Não diga a Deus o tamanho de seu problema, mas diga ao seu problema o tamanho do seu Deus!” Pois Deus permanece sempre o mesmo, e se o mar vermelho se abriu para a passagem do povo que o clamou, não há nada que Deus não possa fazer para te libertar do seu sofrimento.

E a recompensa vem, Jesus é sempre o mesmo, e sempre há de ser. Jó recebeu de Deus a recompensa por ter sido fiel, e é o que Jesus diz em seu sermão da montanha: “Felizes os que promovem á paz, porque deles será o reino dos céus!” Promover a paz que Jesus fala, é promover a paz dele, a paz que ninguém tira, a paz que nem o Inimigo tira, pois vem do senhor, e enquanto eu permanecer no senhor, eu terei esta paz, tudo inclusive a paz vem do amor, o se eu permanecer no amor de Deus eu serei capaz de tudo, perdoar, evangelizar...
“Se um dia estiver enfermo, eu vou dar graças a Deus!” Encare essa “enfermidade” como qualquer coisa que te deixa fraco, fisicamente ou espiritualmente. A enfermidade pode tirar tudo de humano que a pessoa tem, pode tirar a dignidade, tira até a condição de a pessoa realizar suas necessidades naturais, tem pessoas que nem podem ao menos se alimentar a não ser por meio de indução, que nem mesmo com morfina a dor da enfermidade passa, mas se a pessoa não perdeu a fé, essa pessoa ainda não perdeu nada! Essa sim é uma pessoa grandiosa de fé e é merecedora do céu, e Deus nessa hora diz a Satanás: “Meu servo lá na terra é grandioso, é um homem de fé, e não há nada o que você, tire dele que o faça se afastar de mim!”

Não estou dizendo que para ser santo é preciso passar pela enfermidade, estou evidenciando o quanto uma enfermidade pode trazer de ganho espiritual. Do mesmo modo que aquela prisão injusta, salvou aquele homem e o fez se aproximar de Deus, é possível para nós também, +- Um dia alguém irá escrever um livro sobre as graças que a enfermidade trouxe, o que irá ser algo inédito, pois ainda há pessoas que pensão que enfermidade, é um castigo, ou que a pessoa enferma “está pagando os pecados”, o que não é verdade, o Papa João Paulo II, morreu sofrendo de uma doença degenerativa dos sistema muscular, o Mal de Parkson, que teve eu início após o atentado que sofreu,onde foi vítima de um disparo. Mas ele foi até o fim, sofrendo e se santificando. Foi um castigo de Deus que o disparo o atingisse? Não! Mas como disse, Deus pode tirar de qualquer injustiça, uma trilha de salvação.

Se você se deparar com uma situação dessas. Não busque respostas no “porque”, primeiro que você não vai conseguir saber, segundo que não vai mudar nada. Mas busque entendimento pra saber o “pra quê!”, esta enfermidade veio para que você possa ser um fiel mais santo, que você possa dar um testemunho grandioso de fé, sozinho nem eu nem você podemos superar, mas com Deus nós podemos tudo, pois Deus é Deus!

Eu poderia escrever aqui sobre várias teses teológicas que comprovam isto, mas eu quero aqui como evangelizador, que este artigo possa ajudar a pessoas que vivam momentos difíceis em suas vidas, que ao lerem isto, sejam novamente encorajadas a permanecerem neste caminho da salvação.

“Deus vê o coração, sonda-o com compaixão e sabe o tamanho da sua dor, lagrimas são suor, de almas que lutam sós, só Deus pode entender o que te causa dor. Ele não pode por limites no seu amor, pois sabe até onde vai todo pecador, pense no teu senhor, recorra ao teu amor e creia ele é fiel, justo é o teu amor!” Restauração, Dunga!
“Estenda a sua mão e abra o seu coração, volta pro seu senhor e se abra a restauração. Com Cristo você vai superar, todas as barreiras passar, todo o pecado vencer, um novo homem vai nascer!” Restauração, Dunga!

JÚNIOR, Nilson Pereira dos Santos, , 2009, Guarulhos, Fonte,São Paulo, Brasil.

Este artigo está livre para cópia e reprodução desde que seja cedida a fonte do autor.

0 comentários:

Postar um comentário

Apostolado Shemá
Seja nosso parceiro. Cole o código em seu blog.

VISITE TAMBÉM